Dieta do Carboidrato (Cetogênica ou Dieta do Dr. Atkins)

Queridinha de muitos, a dieta de restrição de carboidratos é uma boa opção para quem quer resultados rápidos, mas deve ser feita com acompanhamento médico, pois é restritiva.

Para compensar a falta de carboidratos, você deve investir em proteínas magras (como carne branca, leite e outros derivados, em sua versão light) e também consumir mais legumes e verduras.

A dieta do carboidrato também é conhecida pelos nomes dieta do Dr. Atkins e dieta Cetogênica (ou Cetônica), e tem como princípio básico a retirada de alimentos com carboidratos da alimentação.

Como o carboidrato é uma das principais fontes de energia do corpo humano, o organismo começa a utilizar outras fontes de energia – como, por exemplo, as gordurinhas localizadas. Aliás, quando removemos o carboidrato da alimentação, levamos o corpo a um estado chamado Cetose (por isso o nome “dieta cetônica” ou “dieta cetogênica”).

donuts: exemplo de açúcar simples

Fases da Dieta do Carboidrato

Essa dieta é dividida nas seguintes fases:

  1. Indução
  2. Perda de peso
  3. Pré Manuntenção
  4. Período de Manutenção

Na fase de Indução a alimentação é bastante restritiva. Nessa fase, apenas 20 gramas de carboidratos por dia são permitidos e apenas proteínas são liberadas, desde queijos e leites até carnes. Aliás, para manter uma dieta com menos de 20 gramas de carboidratos, legumes e vegetais também são cortados da alimentação e somente verduras são liberadas.

Bebidas sem açúcar, chás e café também são liberadas, mas desde que você não acrescente açúcar ou outros carboidratos. Portanto, atenção ao rótulo dos produtos que você consome.

Já na segunda, na chamada perda de peso, você pode acrescentar mais carboidratos – mas de maneira limitada e sempre controlando as porções. Nessa fase o principal objetivo é descobrir qual a quantidade máxima de carboidrato que você pode consumir e continuar perdendo peso. E você continua nessa fase até conseguir atingir seu peso ideal.

Já na pré-manutenção você pode acrescentar carboidratos até interromper o emagrecimento. Ou seja, o único objetivo dessa fase é descobrir a quantidade máxima de carboidratos que você pode consumir sem ganhar ou perder peso.

Já na fase de manutenção você mantém a sua alimentação. Você pode até extrapolar de vez em quando, mas o ideal é que você mantenha uma dieta saudável e completa.

Porque a Dieta Cetogênica funciona?

Naturalmente o corpo humano utiliza os carboidratos como fonte de energia e, quando tiramos esse elemento da rotina, em alguns dias o corpo entra em cetose: onde, na falta de carboidratos, o organismo passa a utilizar gordura como fonte primária de energia. E entre as gorduras utilizadas na produção de energia estão justamente aquelas que nos incomodam: as que estão acumuladas no corpo.

Mas lembre-se dessa frase: não é porque você quer queimar gorduras que você vai deixar de consumir gorduras, para conseguir queimar os pneuzinhos você precisa consumir energia. Isso porque quando passamos por longos períodos de restrição calórica o corpo tende a acumular gorduras como reserva de energia.

Vantagens

A grande vantagem das dietas baseadas na dieta de carboidrato é justamente o emagrecimento rápido. Se seguida à risca, o usuário pode perder de 2 a 7 quilos, dependendo de sua constituição e alimentos escolhidos.

Outra vantagem é que como o carboidrato é praticamente cortado da alimentação, não existem mais picos de insulina, que desencadeiam o acúmulo de gordura nas células.

Desvantagens

A principal desvantagem da dieta do carboidrato mora justamente nas cetonas liberadas durante o processo de metabolismo da gordura. O excesso de cetonas no organismo pode causar mau hálito, náusea e até mesmo cansaço e desidratação. Além disso, a fase 1 é pobre em fibras.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *