Couve Flor: Informações nutricionais, propriedades e tudo que você precisa saber

A couve-flor é um vegetal de origem Asiática, mas é um vegetal que se adaptou muito bem no Brasil. Normalmente encontrada de agosto a outubro, mas é possível encontrar esse vegetal em outros meses também.

Couve flor

Pode na dieta paleo?

Sim.

Informações Nutricionais

Abaixo, seguem as informações referentes a 100 gramas de couve-flor:

  • Calorias (cal): 30
  • Carboidratos (g): 6
  • Proteínas (g): 2
  • Gordura (g): 0
  • Cálcio (mg): 34
  • Fósforo (mg): 44
  • Ferro (mg): 0,5
  • Potássio (mg): 404
  • Sódio (mg): 8
  • Vitamina A (UI): 20
  • Tiamina (vitamina F) (mg): 0,08
  • Riboflavina (vitamina B2) (mg): 0,07
  • Niacina (vitamina B3) (mg): 0,7
  • Vitamina C (ácido ascórbico) (mg): 69

Propriedades

Antioxidantes

Além da vitamina C, a couve-flor é rica em outros antioxidantes, sendo alguns deles:

  • kaempferol,
  • ácido ferúlico,
  • ácido cinâmico
  • ácido cafeico.

Antioxidantes, de maneira geral, são excelentes contra radicais livres e podem ser de grande ajuda contra cânceres, envelhecimento precoce e outras doenças. Mas particularmente essa combinação de antioxidantes pode ser bem útil no tratamento de câncer de pulmão, mamas e bexiga.

Anti-inflamatórios

A couve-flor também é rica em anti-inflamatórios como a vitamina K e ômega 3. Essas substâncias auxiliam no tratamento de doenças como artrite, doenças intestinais, entre outras.

Além desses anti-inflamatórios, a couve-flor também é rica em glucosinolatos e isotiocianatos. Estes compostos são encontrados principalmente em vegetais crucíferos (couve-flor, brócolis, nabo, entre outros) e estão correlacionados com a prevenção de câncer.

Os glucosinolatos nada mais são que moléculas de açúcar (glucose) com enxofre e nitrogênio, que são transformados em isoticianatos através da enzima mirosinase (sempre que uma planta contém os glucosinolatos, ela também contém essa enzima). Bom, mas antes que você fique confuso, vamos resumir:

Os isoticianatos é que são os “agentes anti-câncer”, o glucosinalato é apenas o composto que é transformado em isoticianato. Essa transformação pode acontecer na própria planta (quanto mais fresca, melhor), quanto no nosso trato digestivo. Mas atenção: nem todo o glucosinalato é transformado em isoticianato!

Para aproveitar o máximo das propriedades inflamatórias da couve-flor, o ideal é prepará-la de maneira correta. Quanto mais fresca, melhor (ou seja, evite comprar couve-flor congelada). Também é melhor prepará-la cozida no vapor ou salteada. Mas atenção: ao cozinhar a couve-flor, procure deixá-la ao dente. 😉

Fibras

A couve-flor é rica em fibras que, como sabemos, são importantíssimas para o trato intestinal. Já os glocosinolates e sulforafano presentes na couve-flor são úteis para manter a saúde do estômago.

Reforça o sistema imunológico

A Vitamina C e os antioxidantes estimulam o sistema imunológico.

Como escolher?

Idealmente, devemos escolher as mais pesadas, com cores mais viva e ainda com as folhas de proteção. Essas folhas, além de manter a couve-flor protegida, são um bom indicativo da qualidade do vegetal. Sempre cheque se as folhas de proteção estão bem coloridas e sem manchas ou pontos escuros.

Como preparar?

A couve-flor é um vegetal bastante simples de preparar – ela pode ser cozida, refogada, assada e frita. Mas lembre-se: cozinhar os vegetais no vapor é a melhor maneira, pois preserva melhor os nutrientes.

Abaixo, seguem algumas dicas de como preparar a couve-flor de maneira simples e fácil.

Cozida no vapor: separe a couve-flor em pequenos buquês e coloque na vaporeira. Deixe cozinhar até a couve-flor estiver cozida, mas ainda firme.

Cozida na água: para cozinhar na água também é necessário primeiro separar a couve-flor em buquês. Coloque em uma panela funda e cubra com água até mais ou menos 1/3 da couve-flor ficar coberta. Leve a panela para cozinhar em fogo médio/alto até a couve-flor ficar cozida, mas firme.  

Refogada: separe a couve-flor em pequenos buquês e reserve. Coloque azeite ou óleo de côco em uma panela funda, adicione alho amassado e frite o alho até ele ficar dourado. Acrescente os buquês de couve-flor e mexa bem. Adicione um pouco de água, até completar meio centímetro de altura no fundo da panela. Feche a panela e deixe cozinhando em fogo brando até a couve-flor terminar de cozinhar.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *